UNIDADE DE NEGÓCIOS

Viasoft Connect Connect Week

Grupo Lynx completa dez anos de atuação voltado à segurança patrimonial

9 de junho de 2010


O desenvolvimento crescente das cidades e o aumento desenfreado da violência são diretamente proporcionais à busca dos cidadãos pela contratação de serviços de segurança privada, que atuam como complemento da segurança pública.

Para suprir a demanda por serviços de segurança privada e com a meta de atingir a excelência na execução desta atividade, o Grupo Lynx investe na capacitação constante de sua equipe e na formação de profissionais qualificados, realizada no Centro de Educação em Segurança Lyder, uma das quatro empresas da corporação. Instituída em 1998 no formato de empresa familiar, o Grupo Lynx é composto pela Lyder, pela Lynx Segurança (vigilância patrimonial e escolta armada), Lynx Sul Segurança (todas autorizadas pela Polícia Federal para exercer funções que a lei permite) e pela Emzel (empresa de zeladoria).

Este grande complexo de segurança e terceirização, com mais de dois mil funcionários espalhados por todo o Sul do Brasil, possui em sua carteira ativa empresas como Banco do Brasil, Wall Mart, Correios, Philip Morris, Positivo Informática, CGTEE (Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica) e Prefeitura Municipal de Porto Alegre. A meta do Grupo Lynx para 2010 é crescer e avançar junto às empresas privadas. “Já somos uma referência no segmento de empresas e instituições públicas, uma das maiores empresas de escolta armada do Brasil. Agora queremos prospectar e levar este conhecimento a clientes privados”, diz o economista Marcus A. S. Guidio, diretor executivo do Grupo Lynx.

Um mercado ávido por diferenciais

Apresentar diferenciais é uma necessidade em um segmento altamente competitivo como o da segurança privada, que registra 88 empresas do gênero somente no Paraná. Destas, apenas 37 são filiadas ao Sindesp-Pr (Sindicato das Empresas de Segurança Privada do Estado do Paraná) e só cinco abrangem simultaneamente o PR, SC e RS. “Nossa proposta é prestar serviços às empresas que, como a Lynx, têm negócios nos três estados do Sul, atuando regionalmente e incorporando este diferencial ao nosso argumento de venda”, fala, referindo-se às bases instaladas em Curitiba, Porto Alegre, Itajaí, e aos postos de fiscalização em Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Maringá e Ponta Grossa.

Além disso, o Grupo possui solidez financeira, portfólio de serviços, soluções customizadas de segurança, rotinas administrativas e operacionais definidas, setor de controladoria para buscar certificação e preço acessível. “Temos muita consciência do serviço prestado, daí a busca por um planejamento eficaz e eficiente que permita ter sempre o efetivo na mão, administrar riscos e não falhar junto às expectativas dos clientes”. Guidio frisa o expertise como fator determinante na contratação de uma empresa de segurança privada. “É preciso verificar a procedência e o know how da empresa, uma vez que as clandestinas não têm critérios, contratam pessoas sem habilitação, sem curso de formação, representando um sério risco ao contratante”, explica.

 

Contato