UNIDADE DE NEGÓCIOS

Viasoft Connect Connect Week

Dilma: controle de conteúdo é “absurdo”

4 de novembro de 2010


Da Redação

A presidente eleita Dilma Rousseff (PT) afirmou em entrevista a TV Bandeirantes, na noite desta terça-feira (2/11) que considera “absurdo” o controle de conteúdo, mas defende um marco regulatório no investimento de capital estrangeiro em empresas de comunicação. Atualmente, a lei limita em 30% a participação de investidores internacionais nas empresas brasileiras.

“Temos de distinguir duas coisas: marco regulatório e controle do conteúdo da mídia. O controle social da mídia, se for de conteúdo, é um absurdo. É um acinte à liberdade de imprensa. Não compactuo com isso. Se chegar à minha mesa qualquer tentativa de coibir a imprensa no que se refere à divulgação de ideias, propostas, opiniões, tudo o que for conteúdo, é o que eu falei: o barulho da imprensa é infinitas vezes melhor do que o silêncio das ditaduras”.

Dilma disse que a regulamentação é importante para evitar concorrência desproporcional e enfatizou a banda larga. “Temos de fazer um marco regulatório que permita adaptações ao longo do tempo. Você não pode ter um marco que desconheça a banda larga. Se você vai poder ou não fazer televisão e em que condições. Isso o Brasil vai ter de regular minimamente. Até porque tem casos em que, se não se faz isso, deixa que haja uma concorrência desproporcional entre diferentes organismos.”

Logo após eleita, a nova presidente enfatizou, em seu discurso de domingo (31/10), que prefere “o barulho da imprensa livre ao silêncio das ditaduras”.

As informações são do Estadao.com

 

Fonte: site Comunique-se

Contato