UNIDADE DE NEGÓCIOS

Viasoft Connect Connect Week

Quem derrubou a ministra da Casa Civil? Veja e Folha disputam autoria

17 de setembro de 2010


Izabela Vasconcelos

A demissão da ministra-chefe da Casa Civil, Erenice Guerra, na tarde desta quinta-feira (16/9) levantou uma disputa entre a revista Veja e a Folha de S. Paulo pela responsabilidade da queda da ministra, já que ambos apresentaram denúncias diferentes sobre o caso.

A Veja foi a primeira a noticiar que o filho de Erenice, Israel Guerra, estaria envolvido em um esquema de tráfico de influência, favorecendo contratos entre empresas aéreas e os Correios para facilitar a renovação de licença na Agência Nacional de Aviação Civil (Anac). A denúncia foi publicada na edição desta semana da revista, publicada no sábado (11/9).

Nesta quinta-feira (16/9), a Folha publicou outra denúncia, de que Saulo, outro filho da ministra, operava na Casa Civil cobrando dinheiro para liberar empréstimo no BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social).

A ministra admitiu que as reportagens foram responsáveis por sua demissão. O caso ganhou tanta repercussão que o nome de Erenice ocupa o primeiro lugar no Trending Topics mundial desta quinta-feira, como o assunto mais comentado no Twitter.
Trechos das matérias mostram que Veja e Folha se dizem responsáveis pela queda da ministra

 

Fonte: site Comunique-se

Contato