UNIDADE DE NEGÓCIOS

Viasoft Connect Connect Week

Jornal do Brasil perde seis editores

28 de agosto de 2009


Seis editores do Jornal do Brasil, pertencente ao grupo CBM (Companhia Brasileira Multimídia), pediram demissão do veículo nos últimos meses. Deixaram o jornal Márvio dos Anjos (cidades), Marsílea Gombata (internacional), Luciano Cordeiro Ribeiro (esportes), Cristine Gerk (economia), Carlos Alberto Costa Guimarães (opinião) e Mário Marques (cultura). Os profissionais saíram por novas oportunidades em outros veículos, mas alguns deles motivados também por atrasos salariais recorrentes.

“Tive uma nova oportunidade, assim como alguns colegas, mas os atrasos salariais abriram as portas para novas propostas, e uma vez que elas chegam são mais bem-vindas”, afirmou um dos jornalistas.

Luciano trocou o JB pelo GloboEsporte.com; Márvio foi para o Destak-RJ; Mário Marques trabalhará em um portal de cinema; Carlos Alberto está na Letra 2 Comunicação; e Cristine Gerk atua como assessora na In Press. Marsílea voltou para São Paulo.

O grupo CBM confirmou a saída dos editores e afirmou que não foi uma iniciativa em conjunto, mas motivada por novas oportunidades. A empresa informou ainda que os editores já foram substituídos.

Apesar de sofrerem com os atrasos salariais, os jornalistas que pediram demissão reconhecem o papel do jornal em suas carreiras e dizem “torcer” para o crescimento do veículo. “Tenho um carinho muito grande pelo jornal e orgulho de ter trabalhado nele. Passamos por problemas, mas espero que o jornal se levante, que sobreviva”, declarou um dos profissionais.

No início do ano o JB demitiu vários profissionais da redação, sob alegação de que a crise financeira havia afetado os negócios da empresa. Recentemente a Editora JB, do Grupo CBM, fechou a Gazeta Mercantil por causa das dívidas do veículo. E nas últimas semanas o grupo vendeu os títulos das revistas Set e Próxima Viagem para a editora Aver, que dará continuidade às publicações.

 

Fonte: site Comunique-se

Contato