UNIDADE DE NEGÓCIOS

Viasoft Connect Connect Week

Fazer MBA é um bom negócio

9 de dezembro de 2009


***Alexandre Weiler

A recente publicação do ranking dos melhores MBAs do Brasil, da revista VOCÊ S/A, traz ao mercado o que há de mais qualificado em cursos de pós-graduação no país. O Guia se tornou uma referência na divulgação do ensino de MBA, pois aplica um rigoroso sistema de avaliação, que inclui a coleta de dados com coordenadores, professores, alunos e ex-alunos dos cursos, além das relações e credenciamentos internacionais.
Do Paraná, a ESIC Business & Marketing School é a única instituição que aparece entre os 10 primeiros colocados – na 6ª posição -, com o curso MBA em Gestão Empresarial, considerado o melhor da região Sul. O ranking é um termômetro do mercado, apontando os cursos de maior credibilidade e competência para a melhoria na carreira dos alunos. As pessoas veem a importância de possuir um curso que tenha prestígio internacional e isso faz todo sentido, principalmente quando percebemos que as empresas passam a operar cada vez mais de forma globalizada. Se olharmos o mercado, encontramos cursos de pós-graduação por todos os lados, porém cursos que realmente agregam valor à carreira são poucos, é preciso escolher bem para não perder tempo e dinheiro. Relação custo/benefício é a chave, e há muitos custos ocultos que não são percebidos na pesquisa inicial.
Fato é que, com o investimento realizado para cursar um MBA, o aluno quer obter o retorno profissional. Um dos pontos de avaliação do ranking é justamente este: de que forma o curso foi benéfico para a carreira do estudante. E como benefício direto entenda-se aumento salarial ou uma promoção.
O executivo Michael Richarme, da agência americana de marketing Decision Analyst, apontou em um artigo publicado na revista The Futurist que as pós-graduações e MBAs são indispensáveis no mercado de trabalho. De acordo com o texto, com a educação em baixa nos Estados Unidos, muitas corporações estão contratando imigrantes de países em desenvolvimento, como Brasil e China. Percebemos este fenômeno nas salas de aula da ESIC, é comum os alunos conseguirem novas ofertas de trabalho em corporações internacionais, ou mesmo recolocação em operações fora do Brasil.
Um dos motivos para este intercâmbio é também o fato da ESIC em Curitiba seguir um programa de qualidade internacional, adaptado à realidade brasileira. A matriz da instituição está localizada na Europa, em Madrid Espanha, sendo que atua com a formação executiva para profissionais em mais de 13 cidades no mundo, com graduação, pós-graduação (Masters e MBAs), Idiomas e Executive Education in Company (cursos sob medida para empresas). É natural que muitas empresas busquem recrutar novos profissionais nas salas de aula da instituição, já que o ensino segue a mesma metodologia.
Outro ponto positivo é poder contar com profissionais das maiores empresas do Brasil e América Latina, inclusive estudantes europeus e de corporações que operam internacionalmente, dentro da sala de aula, uma oportunidade de networking diário. A qualidade dos alunos tem sido muito importante para o amplo desenvolvimento dos cursos, as aulas têm se tornado oportunidades únicas de troca de experiência e aprendizado prático avançado.

***Alexandre Weiler é Mestre em Administração, possui MBA Executivo em Gestão de Negócios e Marketing pela ESIC. Professor de Pós-Graduação e coordenador de Masters e MBAs da ESIC – Business & Marketing School.

Contato